O espaço digital mais disputado pelas marcas é, sem dúvida, as redes sociais. É por meio delas que a maioria dos clientes expõem seus sentimentos pelos perfis empresariais que seguem, o que faz desses espaços virtuais um terreno muito fértil para a coleta de dados que orientam o processo decisório das organizações modernas.

Apesar de existirem diversas estratégias de marketing digital que são capazes de retornarem resultados bastante satisfatórios, investir em digital influencers, ou influenciadores digitais, é um movimento altamente eficaz para se consolidar nas redes. 

Porém, antes de aplicar seu orçamento de marketing nesse tipo de ação, é preciso entender melhor o que são os influenciadores digitais, quais seus tipos e como encontrar o mais adequado para a sua empresa. Continue a leitura e entenda mais sobre o tema.

O que são os influenciadores digitais?

Dificilmente você terá contato com alguém que não tem, pelo menos, uma conta em uma das maiores redes sociais da atualidade. Seja para fins profissionais ou apenas para consumir conteúdo específico de um nicho, a vida online não se diferencia mais da offline.

Assim como acontece com o mundo fora da internet, há pessoas que são mais ou menos conhecidas e bem relacionadas no ambiente virtual. Da mesma forma que grandes artistas têm uma legião de fãs que acompanham tudo o que eles fazem, há também os que criam esse mesmo tipo de vínculo com personalidades que fizeram sua fama no mundo digital.

Essas grandes celebridades são os digital influencers, personalidades altamente relevantes tanto dentro quanto fora das redes. Segundo uma pesquisa realizada pelo Google no fim de 2017, metade das 20 pessoas mais influentes do Brasil ascenderam desses espaços digitais. Sendo assim, conteúdos publicitários apresentados por esses influenciadores tomam cada vez mais o lugar do tradicional anúncio com endosso de celebridades tradicionais.

O que muitas empresas não sabem, no entanto, é que contratar um influenciador de sucesso nem sempre é suficiente para agregar valor à marca. É preciso conhecer quais os nichos de atuação dessas personalidades e quais os tipos existentes para compor uma estratégia de sucesso.

O que fazem os digital influencers?

Em geral, eles usam as plataformas das redes sociais para divulgar conteúdo relevante e potencializar os assuntos dos quais costumam tratar. Felipe Castanhari, dono e apresentador do Canal Nostalgia, por exemplo, é conhecido por produzir vídeos relacionados a filmes, seriados, jogos, músicas etc. que são nostálgicos às pessoas nascidas entre os anos 80 e 2000 — seu canal no YouTube tem mais de 12 milhões de inscritos.

Há também os influenciadores digitais voltados para o mundo fitness, como a Gabriela Pugliesi, detentora de impressionantes 4 milhões de seguidores no Instagram. Seu conteúdo é composto de dicas sobre exercícios, alimentação e estilo de vida saudável.

Esses são apenas alguns exemplos para ilustrar o que fazem os digital influencers, mas há centenas de segmentos que podem ser explorados de acordo com o seu objetivo.

Quais os tipos de influenciadores digitais?

Agora que você já entende o conceito de influenciadores digitais, é preciso compreender os tipos existentes para montar uma estratégia capaz de trazer mais retorno ao seu investimento. Porém, antes disso, vale a pena deixar claro que essas categorizações são baseadas em elementos-chave, como alcance, relevância e ressonância da personalidade. 

Como o próprio nome indica, alcance representa a quantidade de pessoas que podem ser impactadas por suas publicações. Relevância, por sua vez, o quanto o conteúdo daquele está adequado para os valores e a missão os assuntos tratados pela marca. Por fim, ressonância metrifica a capacidade de gerar engajamento com seu público. 

Dito isso, vamos conhecer melhor sobre cada um dos 7 tipos de influenciadores digitais.

1. Autoridade

O perfil autoridade geralmente não tem uma capacidade de alcance tão grande, mas, em compensação, ele é capaz de gerar altos índices de engajamento sobre o tema de seu domínio. Eles são o tipo ideal para quem tem o objetivo de conquistar a atenção de um público mais seleto e educado sobre um segmento específico.

Flávio Augusto, bilionário, fundador da Wise-Up, dono do time de futebol Orlando City e da plataforma meuSucesso.com é um excelente exemplo de influenciador digital para quem atua no segmento de investimentos. Ele certamente será capaz de engajar pessoas interessadas no universo do empreendedorismo.

2. Top Celebridade

Esse tipo de influenciador tem um alcance e ressonância monumental, mas nem sempre o seu engajamento a cerca de um tema é muito alto. Isso acontece porque seu público-alvo é mais genérico, abrangendo uma parcela maior da população. Sendo assim, não adianta contratar personalidades dessa categoria para falar sobre algo muito específico.

A Top Celebridade mais influente do Brasil é Whindersson Nunes, que conta com mais de 33 milhões de seguidores no Instagram e é dono de um dos maiores canais do YouTube de todo o mundo, com quase 37 milhões de inscritos.

3. Trend Setter

Eles tendem a ser os pioneiros a dar destaque para um assunto específico, atuando como especialistas absolutos em um assunto e, muitas vezes, criadores de tendências por causa de seu alto índice de ressonância. São excelentes aliados para empresas que estão investindo em reposicionamento de marca ou definição de valores.

A empresa Samsung, por exemplo, tem uma parceria longa com o YouTuber Leon, dos canais Coisa de Nerd e Cadê a Chave. Como ele se posiciona como autoridade no tema tecnologia e seus conteúdos são leves e divertidos, essa é uma ótima forma de a companhia consolidar a imagem de que vende aparelhos confiáveis e altamente tecnológicos.

4. Jornalista

A ressonância e a relevância desse tipo de digital influencer varia de acordo com o tipo de assunto ele está engajado no momento, porém, seu alcance sempre é muito alto. Sendo assim, é preciso estudar com cuidado quais pautas estão em alta para que a estratégia seja desenvolvida de acordo com o momento da personalidade.

O jornalista Augusto Nunes, colunista da Veja e comentarista na Rádio Jovem Pan tem mais de 600 mil seguidores no Twitter e se firma como uma das personalidades mais relevantes sobre temas políticos

5. Ecossistema

O ecossistema é composto por pequenos influenciadores digitais que, juntos, são o ponto de referência para determinado tema. Funcionam muito bem quando empregados em estratégias para mudança de percepção da marca.

Na cidade de Belo Horizonte existem alguns perfis — O Casal de BH e CurteBH, por exemplo — que atuam como guias gastronômicos para quem quer conhecer as delícias mineiras sem gastar muito. São ótimas saídas para pequenas empresas do ramo serem notadas naquela região.

6. Fit Celebridade

Se trata do tipo de digital influencer mais funcional para qualquer tipo de estratégia por causa dos altos índices de ressonância, alcance e relevância que eles têm. Ele é capaz de, ao mesmo tempo, iniciar uma conversa, mudar uma percepção e incentivar o público a comprar uma ideia ou serviço.

Maisa Silva, apresentadora de programas televisivos e YouTuber é um dos melhores exemplos para essa categoria. Já fez campanhas para empresas do segmento de moda, saúde, materiais escolares, calçados e uma enorme variedade de produtos, demonstrando seu impacto no processo decisório das marcas e dos consumidores.

7. Público Interno

Por último, mas igualmente importante, temos os influenciadores do público interno de uma instituição. Eles são parte integral do quadro de funcionários, mas se diferenciam por serem os que carregam os valores e a missão em qualquer atividade que estejam envolvidos.

Seu alcance é limitado aos colaboradores da empresa, mas sua relevância é extremamente alta. Sendo assim, são excelentes para mudarem o clima organizacional após decisões grandiosas e devem sempre ser incentivados a continuarem o bom trabalho.

Esperamos que você tenha compreendido o que são os digital influencers e quais os tipos mais relevantes para desenvolver uma estratégia de marketing capaz de gerar retornos significativos para a empresa. Vale ressaltar que é muito importante identificar os que atuam no mesmo segmento da sua empresa e acompanhá-los de perto para ficar de olho nas tendências lançadas por eles.

Gostou do conteúdo? Ainda tem alguma dúvida ou gostaria de acrescentar informações sobre os influenciadores digitais? Então, deixe um comentário logo abaixo e participe da discussão.