Quando foi a última vez que você passou um fim de semana inteiro sem estar conectado à internet? Caso sua resposta seja “eu não sei”, talvez esteja na hora de você pensar em uma desintoxicação digital. Cada vez mais estamos imersos em um mundo digital e, consequentemente, a dependência dos smartphones vem afetando nossa saúde, bem como o desenvolvimento profissional de muitos trabalhadores.

Isso não quer dizer que você precisa ser radical e rejeitar qualquer forma de contato digital, não, muito pelo contrário. Trata-se apenas um alerta de que é preciso ser mais responsável quanto ao seu uso diário, evitando que esse hábito prejudicial tome conta de sua vida.

Agora, se você quer se livrar dessa situação mas não sabe como, não se preocupe. Estamos aqui para ajudá-lo. No post de hoje, você saberá tudo a respeito da desintoxicação digital: do que se trata, as consequências do uso demasiado da internet e como introduzir o processo de uma vez por todas em sua rotina. Boa leitura!

Desintoxicação digital: qual o significado desse conceito?

Na prática, a desintoxicação digital nada mais é do que tirar uma “folga” do mundo digital e dar mais atenção à realidade. Ou seja, desconectar-se das redes sociais, internet e novas ferramentas digitais que consomem cada vez mais nosso tempo para nos ocuparmos com outros assuntos bem mais importantes, como relacionamento amoroso, saúde e bem-estar, amigos e familiares.

A ideia é permanecer offline das redes sociais e aproveitar esse momento para fazer atividades físicas ao ar livre, relaxar e aproveitar o tempo sem usar a tecnologia. Contudo, reforçamos que esse processo de desintoxicação digital não se trata de colocar um ponto final na nossa relação com o mundo digital, mas sim ser mais consciente em relação ao seu uso.

Por que tem se tornado uma prática tão comum hoje em dia?

A desintoxicação digital é um movimento que ganha cada vez mais espaço entre jovens e adultos no país. O motivo? Bem, é simples. As pessoas perceberam que a utilização excessiva da internet pode ser nociva à inteligência emocional, saúde mental e uma série de outros problemas. Entre eles, destacam-se:

  • insônia;
  • ansiedade;
  • ausência de concentração;
  • falta de produtividade.

Aposto que você não sabia que a internet poderia ser responsável por tudo isso, não é mesmo? Pois é! Precisamos lembrar que somos seres humanos, e fazemos parte da natureza. Nossa relação com os demais, por exemplo, precisa ser feita além da interação digital, assim podemos construir situações marcantes, que ficarão arquivadas para sempre em nossa memória afetiva.

De que forma eu começo uma desintoxicação digital?

Não é novidade para ninguém que qualquer coisa em excesso faz mal à saúde, concorda conosco? Infelizmente, o uso da internet não está livre disso. Mas, calma! É possível, sim, impor limites ao uso da tecnologia e fazer o seu próprio “detox digital” sem sofrer tanto com essa mudança de hábito. Curioso? Então, vamos lá!

Tenha certeza que você está disposto a fazer isso

O primeiro passo para reduzir sua dependência digital é, sem dúvidas, ter certeza que você está disposto a fazer isso. Assim que a decisão for tomada é preciso definir o momento que será feito o “detox digital”. Nós recomendamos que seja durante um final de semana ou quando estiver de folga do trabalho.

Powered by Rock Convert

Em casa, deixe seu celular de canto, se possível, desligue-o por algumas horas e aproveite o tempo com sua família, programe uma viagem de férias com seu cônjuge e filhos. Como todo vício, os hábitos devem ser refeitos gradativamente, uma vez que a mudança radical pode ser estressante e prejudicial à sua saúde mental.

Reveja sua rotina digital

Em segundo lugar, faça uma lista com todas as tarefas do mundo digital que você insiste em fazer e, posteriormente, adicione todas as coisas que gostaria de realizar mas não está conseguindo por falta de tempo. Dessa forma, você perceberá que se reduzir o uso das redes sociais, internet, jogos e aplicativos será possível retomar as atividades que tanto deseja.

Não, isso não é um exagero. O Brasil é líder mundial no tempo gasto com redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter), com média superior de 60% em relação aos outros países. Será mesmo que falta tempo para fazer suas atividades? Certamente, a sua gestão de tempo precisa ser reavaliada.

Estabeleça um tempo para verificar suas notificações

Dentre todas as dicas, talvez, essa seja a mais importante para reduzir sua dependência digital de uma vez por todas. Para isso, é fundamental que você adote a política de desativar as notificações de seus apps de mídias sociais, canais do YouTube, sites, revistas e jornais digitais.

Feito isso, você não será mais refém dessa situação e, consequentemente, conseguirá definir um horário específico do dia para verificar tudo aquilo que você recebeu de notícias durante o tempo que estava offline.

Filtre das redes sociais o que realmente importa

Ter um motivo específico para estar online em uma rede social é uma excelente forma de ser mais seletivo e direcionar melhor o seu tempo. Caso você tenha alguém no Twitter, Facebook ou Instagram que costuma postar nada relevante, ou, por outro lado, publica conteúdos desnecessários, essa é a hora de realizar uma limpeza em seu perfil e começar a criar um networking de verdade.

Quanto menor for o número de informações disponíveis em uma timeline, maior será a probabilidade de você realmente consumir o que é importante. Existem diversos apps que podem ajudá-lo a realizar essa tarefa de uma maneira simples, que contêm ferramentas para filtrar usuários inativos e indesejados.

Como vimos, realizar uma desintoxicação digital não é uma tarefa fácil, visto que envolve mudanças de hábitos e comportamentos. No entanto, ao fazer isso, você vai perceber todo o potencial que os momentos sem a internet têm para gerar felicidade e qualidade de vida tanto para você quanto para seu cônjuge, por exemplo.

Esse conteúdo foi relevante para você? Deseja saber como é possível crescer cada vez mais como pessoa? Para isso, assine o catálogo Você/SA. Com ele, você terá acesso a conteúdos incríveis, tendências, cases, entrevistas e dicas para gerir sua carreira!