Você certamente já ouviu falar sobre os carros elétricos e suas vantagens para o meio ambiente. Além de reduzir a poluição urbana, eles têm o potencial de diminuir a poluição sonora, uma vez que o funcionamento de seu motor é silencioso.

Mesmo que em sua produção haja emissão de poluentes e gases de efeito estufa — como a queima de carvão —, muitas das descargas mais prejudiciais ficam restritas aos arredores das usinas, longe dos centros urbanos.

Ficou interessado em saber um pouco mais sobre esses veículos? Neste post, vamos abordar o mercado de carros elétricos no Brasil, além de explicar quais cuidados devem ser tomados com eles. Boa leitura.

Quais modelos de carros elétricos disponíveis no Brasil?

Recentemente, foi anunciada no Salão do Automóvel de São Paulo a venda de três modelos de carros elétricos que estarão disponíveis a partir de 2019. A boa notícia é que eles têm preços mais acessíveis, uma vez que não são tão luxuosos quanto os tradicionais. A seguir, as principais informações sobre eles.

Nissan Leaf

Foi no Salão do Automóvel de São Paulo em novembro de 2018 que a Nissan resolveu antecipar novidades sobre a sua marca, abordando conceitos baseados no Kicks, Versa e Frontier. No entanto, o destaque do evento foi o elétrico Leaf, confirmado no Brasil em 2019.

O carro — que é 100% elétrico — é o modelo dessa categoria mais vendido no mundo e já está em pré-venda aqui, podendo ser encontrado a partir de R$ 178 mil. Equipado com motor de 150 cavalos, tem potência de 32,6 kgfm de torque.

A recarga total do veículo em uma tomada convencional pode levar no máximo 8 horas. Por essa razão, se deseja adquiri-lo, é necessário ter consciência desse período para não ficar a pé, tudo bem?

Chevrolet Bolt

Este foi o primeiro modelo apresentado à imprensa no Salão de SP. À venda a partir de 2019 no Brasil, o carro custará cerca de R$ 175 mil, valor um pouco abaixo do Nissan. É classificado pela fabricante como o “primeiro elétrico popular”, lançado nos Estados Unidos já há algum tempo e tendo como principais rivais o Nissan Leaf e o Tesla Model 3.

Renault Zoe

A Renault também aproveitou o evento para apresentar o seu modelo que estará disponível para a venda no próximo ano: o Renault Zoe, que será vendido a partir de R$ 149 mil.

Além dos canais digitais, ele também poderá ser encontrado nas duas concessionárias da Renault, nas cidades de São Paulo e Curitiba. Já homologado no Inmetro, será oferecido com motor de 100 cavalos, além de contar com 22,9 kgfm de torque.

De acordo com a empresa, em um carregador de aproximadamente 43 kW será possível manter 80% da carga da bateria em apenas 1 hora e 40 minutos. A montadora afirmou, ainda, que ele tem a capacidade de acelerar de 0 a 50 km/h em apenas 4 segundos.

Quais as vantagens dos carros elétricos?

Respeito pelo meio ambiente

Graças a seu motor, o carro elétrico não precisa de combustível para o funcionamento, simplesmente convertendo a eletricidade consumida em energia. Sendo assim, é menos prejudicial ao meio ambiente, pois não emite gases nocivos — um dos maiores problemas de poluição nos dias de hoje.

Motor mais barato e com a mesma potência

Ao analisar motores elétricos e os de combustão, você vai se surpreender ao se deparar que os que fazem parte do primeiro tipo são mais baratos, mais fiáveis e mais compactos. Em um motor tradicional, se existir qualquer falha no sistema de refrigeração ou em algum de seus componentes, ele pode se tornar inutilizável. Enquanto isso, a versão baseada não tem esses componentes, tornando-se mais rentável e com uma durabilidade maior.

Quais os cuidados necessários com carros elétricos?

O sistema de baterias de um carro elétrico é considerado o seu componente mais caro. Sendo assim, como qualquer dispositivo baseado nesse combustível, as chances de ele se degradar caso não sejam tomados os devidos cuidados são grandes. Por isso, confira nossas dicas para evitar esse problema.

Escolha o veículo correto

Antes de adquirir o seu carro elétrico, é necessário entender que ele tem algumas limitações, mais precisamente em relação às distâncias percorridas, velocidades e o tipo de terreno que vai transitar. Sendo assim, é necessário equacionar qual será o seu estilo de condução, visando fazer uma escolha eficiente e que vá atender às suas necessidades.

Proteja o veículo das condições climáticas

Outro fator que pode acelerar a degradação das baterias dos carros elétricos é a exposição a temperaturas altas. Dessa forma, é necessário resguardá-lo dessas condições, pois as diferenças de temperatura levam ao consumo de energia acumulada nas baterias.

Tenha cuidado com o acelerador

Com toda a potência desse veículo, torna-se quase impossível controlar a emoção e não abusar nem um pouco do acelerador. Entretanto, as acelerações obrigam o veículo a fazer uma descarga rápida, deteriorando a bateria. Por isso, tenha um certo cuidado com essa questão.

Evite o carregamento rápido

Algo que até as marcas dos veículos desaconselham e você deve evitar: o carregamento rápido. Mesmo sendo uma ótima alternativa para os momentos de emergência e possibilitar que o proprietário faça grandes distâncias e sem gastar muito, ele recorre a elevadas voltagens, o que aumenta a temperatura da bateria.

Se o carregamento excessivo é prejudicial, podemos afirmar o mesmo da descarga total. Portanto, se estiver em uma situação-limite, prefira chamar o reboque do que deixar o veículo descarregar completamente.

Ao ler este conteúdo, você pôde conhecer quais são os 3 veículos anunciados na mais recente exposição de São Paulo, os cuidados necessários com esse tipo de automóvel e quais as suas principais vantagens.

Os carros elétricos no Brasil ainda estão em ascensão, sendo inseridos aos poucos pelas marcas. Caso você tenha interessado em adquirir algum desse tipo, é preciso avaliar suas necessidades para entender se realmente valerá a pena.

O que achou deste conteúdo? Conhece algum outro automóvel que esteja a venda em nosso país? Comente em nosso post e vamos fomentar o debate!