Você sabe a diferença entre vegetarianismo e veganismo? O que vem à cabeça da maioria das pessoas é uma dieta baseada em vegetais, legumes, frutas e nada de carne. Embora não esteja errado, não se trata apenas disso.

Mais do que um amor por legumes na infância, é o respeito pelo meio ambiente e toda forma de vida. Para que você entenda melhor as diferenças entre vegetarianismo e veganismo, contaremos detalhes sobre cada um desses estilos de vida saudáveis. Boa leitura!

O que é ser vegetariano e vegano?

Antes de conhecer as diferenças entre vegetarianismo e veganismo é preciso compreender no que consiste cada um desses estilos de vida. A seguir, apresentaremos ambas práticas de alimentação.

Vegetarianismo

O vegetarianismo vem crescendo nos últimos anos, reforçado pelo coro de pessoas que são alérgicas a algum alimento — como os celíacos que não podem consumir glúten, lactose e proteína de gado.

O vegetariano não se alimenta de nenhum tipo de carne, mas, consome outros produtos de origem animal, desde que não seja extraído de maneira ofensiva à vida animal. O mel, para alguns vegetarianos, deve ser produzido naturalmente por abelhas livres.

Então, neste caso, o apicultor não cria as abelhas, apenas disponibiliza um espaço para elas fazerem colmeias por livre e espontânea vontade. Além disso, não é aplicada nenhuma técnica para acelerar o processo da colmeia.

Confira os tipos de vegetariano e suas dietas:

  • Ovolactovegetariano: dieta à base de legumes, frutas, verduras, grãos, mel e derivados, ovos e derivados, leite e derivados, sementes e raízes — é o tipo mais comum de vegetariano;

  • Lactovegetariano: essa dieta exclui ovos da alimentação, mas mantém os laticínios;

  • Ovovegetariano: é a dieta vegetariana que exclui os laticínios, mas mantém os ovos;

  • Frutívoro: essa dieta vegetariana exclui todos os outros tipos de alimentos, restringindo-se às frutas, grãos, sementes e mel — os frutívoros não consomem nem grãos germinados;

  • Crudívoro: equipara-se à dieta ovolactovegetariana, com a diferença de comer todos os alimentos de maneira crua — aqueles alimentos que foram cozidos somente até 40 ºC de temperatura.

Uma pesquisa do IBOPE mostra que 8% da população brasileira é vegetariana, incluindo os veganos que também são um outro tipo de praticantes do vegetarianismo: o vegetariano estrito ou vegan, como conhecemos.

Benefícios em ser vegetariano

site da SVB — Sociedade Vegetariana Brasileira — apresenta quatro razões para ser um vegetariano. Elas são:

  • ética — pois são abatidos mais de 10mil animais terrestres por minuto no Brasil;

  • saúde — baseando em estudos médicos, há melhoras na saúde com a restrição de alimentos de origem animal e priorização de alimentos de origem vegetal;

  • meio ambiente — segundo a ONU, o setor de agropecuária é o maior responsável por erosões no solo e contaminação de mananciais aquíferos no mundo;

  • sociedade — o setor da pecuária concentra a maior mão de obra escrava do mundo, 

Veganismo

Ser vegano implica em muito mais do que não se alimentar de carne animal. O veganismo é um estilo de vida baseado na ideologia de não exploração animal, afirmando que todo ser vivo tem direito à vida digna. Então, eles não se vestem com roupas de couro, nem consomem mel, por exemplo.

A pessoa que é vegana preocupa-se com a origem de tudo o que consome, tanto para alimentação quanto para roupas e medicações. Nenhum produto químico pode ter sido testado em animais, como xampus, condicionadores ou cremes para pele entre outros.

O movimento vegano tem a filosofia de libertar os animais de qualquer exploração. Então, é muito comum que pessoas veganas sejam ativistas de ongs e participem ativamente em trabalhos voluntários ligados ao bem-estar animal, se preocupem com energias renováveis e optem por maneiras ecológicas de viver.

Há vários tipos de vegano. Desde aqueles que comem junk food vegan — batata, cebola e mandioca frita, por exemplo — até aqueles que procuram maneiras mais saudáveis de extrair os nutrientes dos alimentos, como o raw food vegan que come somente alimentos crus. Também há o vegano que come apenas frutas, grãos e sementes.

Benefícios em ser vegano

Os benefícios são os mesmos de uma dieta vegetariana. A diferença principal entre o veganismo e o vegetarianismo é a ética praticada pela filosofia de não exploração animal.

Além disso, ter uma dieta vegana é mais econômico, pois os alimentos de origem vegetal costumam ser bem mais em conta no mercado. Outro ponto é que estimula o comércio local, pois os alimentos vêm de hortas orgânicas e feiras livres pelos bairros.

Quais as diferenças do vegetarianismo e veganismo?

Como pudemos ver, a diferença principal entre o vegetarianismo e veganismo está na dieta, mas também vai além. Ambos estilos de vida buscam alternativas para produtos comuns, preocupando-se com o meio ambiente e animais.

Porém, o vegano carrega consigo a filosofia de não crueldade animal em todos os âmbitos de sua vida. Ou seja, não utiliza roupas de origem animal, como couros, seda e lãs. Além de não utilizar artigos de origem animal em decorações para casa, como marfim e tapetes de pele.

Um ponto importante nessas dietas é a necessidade de repor os nutrientes. Uma dieta saudável e bem equilibrada deve proporcionar tudo o que nosso corpo precisa. Justamente por isso é preciso fazer acompanhamento médico para garantir que sua alimentação — vegana ou vegetariana — está fazendo bem para seu corpo.

Para se manter atualizado e bem informado sobre os estilos de vida vegano e vegetariano você pode ler as diferentes revistas digitais disponíveis no aplicativo GoRead. Conheça algumas delas:

  • Glúten Free — tudo para uma dieta saudável e gostosa, livre de glúten;

  • Vegetarianos — é a revista focada no vegetarianismo e se preocupa com o futuro do planeta;

  • Vegan Fitness — ideal para os veganos que praticam esportes, trazendo informações de vida saudável;

  • Coleção de Receitas Saudáveis — uma coleção de receitas sem lactose e glúten, focando na saúde e prazer que os alimentos oferecem;

  • O Poder dos Alimentos — apresenta em cada edição informações importantes sobre a alimentação e seus impactos na saúde;

  • Vida Natural — para você que quer viver bem, tendo um estilo de vida mais natural e orgânico.

As diferenças entre o vegetarianismo e veganismo basicamente estão na filosofia de vida, procurando ações efetivas para acabar com o sofrimento animal. O principal benefício está na saúde, diminuindo colesterol, controlando a diabetes e trazendo mais qualidade de vida.

Gostou desse conteúdo e quer ficar antenado sobre as principais tendências e informações do dia a dia? Então, assine GoRead. Somos um catálogo com mais de 200 títulos disponíveis sobre os mais diferentes assuntos. Vem ver!